quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Jó. 14: 7-10. “Porque há esperança para a árvore, pois mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como planta nova.
E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa.
Porque os homens certamente juram por alguém superior a eles, e o juramento para confirmação é, para eles, o fim de toda a contenda.
Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento;
Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta;
A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu,

  Hebreus 6:15-19

Ao cheiro da águas brotará , quer dizer , quando tudo parece perdido , quando outros acham que não há solução para a situação , vem o renovo na vida de quem profundamente enraizou-se nas Promessas do Senhor , que , para os que lhes são fiéis , nunca deixou de cumprir-se .

Pastora Lia Mara

Nenhum comentário:

Postar um comentário